Como Detectar Lesões na Academia

No meu último artigo eu falei sobre o problema das lesões nas academias de artes marciais. Conforme prometido, neste artigo eu vou ensinar como fazer um questionário no Google Drive para detectar lesões na sua academia.

Se você é professor de artes marciais, é importante fazer pesquisas com os seus alunos. Você pode pesquisar o que os alunos gostam ou não, o que eles acham que poderia melhorar, etc. Você pode descobrir, por exemplo, que os alunos gostariam que fossem instalados armários nos vestiários. Ou que a música fosse mais baixa, que tivesse chá ou café na recepção. Várias coisas podem ser feitas para melhorar o seu trabalho na academia e você pode descobri-las por meio de uma pesquisa.

Detectar lesões na sua academia é uma forma que você tem de melhorar a qualidade do seu trabalho. Assim você pode preveni-las, pedindo a orientação ou criando parcerias com profissionais de educação física e fisioterapia. Você também pode criar parcerias com profissionais de medicina chinesa como muitas academias tem feito. Parcerias com nutricionistas também são importantes, pois nutrição adequada também previne lesões. Tudo isso ajuda a prevenir lesões e melhorar o serviço para os seus alunos, o que será bom para você também.

Caso você seja aluno, detectar lesões na academia é uma forma de avaliar a qualidade do professor/professora. Você pode fazer isso perguntando para outros alunos, ex-alunos e professores. A melhor forma de fazer isso é por meio de uma pesquisa. Essa é uma forma até de “fiscalizar” o trabalho dos professores de artes marciais e exigir melhorias. Desde já, convido você a participar da minha pesquisa para detectar lesões nas artes marciais e esportes de combate no Brasil! Clique aqui e responda o questionário.

Como fazer um questionário para detectar lesões

Fazer um questionário para detectar lesões é bem simples. Até alguns anos atrás, para fazer uma pesquisa era preciso imprimir várias cópias de um questionário e distribuir para os voluntários. Você deveria ficar com cada voluntário até que ele terminasse de responder, o que toma muito tempo. Ou então você contava com a boa vontade do voluntário de devolver o questionário dentro de um prazo. Já é difícil conseguir voluntários para pesquisas e desse jeito muitas vezes você não recebe o questionário de volta.

Felizmente, hoje não precisamos mais disso. Temos ferramentas online e gratuitas ao nosso alcance para criar formulários de pesquisa para serem respondidos online. Neste artigo vou ensinar como fazer um questionário no Google Drive, você verá que é bem simples. Tudo o que você precisa é de uma conta do Google, a mesma que você usa para o gmail, youtube e G+. Depois você pode enviar por e-mail ou compartilhar o link nas redes sociais e pedir para as pessoas responderem. Você pode compartilhar no grupo de alunos ou na página do facebook da academia.

No final deste artigo você pode ver o meu questionário para ter como exemplo. Aproveite e participe da minha pesquisa para detectar lesões no Brasil.

Como fazer um questionário no Google Drive

O Drive é um serviço que te permite armazenar arquivos na sua conta do Google e compartilhar com outros usuários. Para acessar o Google Drive, você precisa fazer o seu login na sua conta do Google. No canto direito superior você abrirá os aplicativos, onde você verá o ícone do Drive.

como detectar lesões na academia

Estando dentro do seu Drive, clique em Meu Drive, no canto superior esquerdo e será aberta uma lista de opções. Leve o mouse até a opção ‘mais’. Aparecerão algumas opções, você deverá selecionar ‘Formulários Google’.

como detectar lesões na academia

Feito isso, será aberto um formulário em branco e agora é só editar e acrescentar os elementos que você quiser. No canto esquerdo superior você pode editar o título do documento. Do lado direito você pode alterar a cor, ver a prévia do formulário e mudar as configurações. Nas configurações você pode incluir uma mensagem de confirmação que é exibida depois de enviada a resposta. Você pode também coletar o e-mail do voluntário e enviar automaticamente uma cópia da resposta.

Clique em ‘Formulário sem título’ para acrescentar um título. Abaixo do título você pode acrescentar uma descrição para esclarecer do que se trata a pesquisa. Basicamente o que você precisa fazer é clicar nos elementos que você quer editar. Dê um título para a primeira pergunta, que pode ser o nome do voluntário. Se você estabelecer uma data limite para responder, quando o prazo terminar, clique em ‘Respostas’ e desative o recebimento de respostas.

como detectar lesões na academia

Criando e editando perguntas

Dê um título para a primeira pergunta, que pode ser o nome do voluntário. Você pode clicar no canto direito inferior da pergunta para torná-la obrigatória, mas eu aconselho a não tornar esta pergunta obrigatória. O motivo é que muitas pessoas não gostam de se identificar. Algumas pessoas podem se sentir inibidas a dizer o que realmente pensam se forem obrigadas a se identificar. Alguns alunos podem ter receio de que o professor saiba quem foi o autor de algum crítica negativa.

Ao lado do título da pergunta você verá uma caixa de seleção para o tipo de resposta. Para o nome, selecione ‘Resposta curta’. Você pode selecionar ‘Parágrafo’ se for uma resposta que o participante precise escrever um pouco mais. Para perguntas em que se deve selecionar uma entre várias opções (resposta fechada), selecione ‘Múltipla escolha’. No meu questionário (disponível no final do artigo), você verá que eu utilizo resposta de múltipla escolha para a pergunta sobre a faixa etária. Para perguntas em que se pode selecionar mais de uma resposta, selecione ‘Caixa de seleção’.

Para acrescentar mais opções de resposta (em respostas de múltipla escolha ou caixa de seleção), clique em ‘Adicionar opção’. Para acrescentar uma nova pergunta, clique no símbolo ‘+’ do lado direito. Você pode ainda mudar as perguntas e respostas de lugar, clicando nos 6 pontos no alto da pergunta, à esquerda de cada resposta e arrastando para onde você quer posicionar.

como detectar lesões na academia

Dicas de perguntas para detectar lesões

Para detectar lesões é preciso fazer as perguntas certas na sua pesquisa. É preciso criar algumas faixas etárias para identificar quais faixas etárias tem maior e menor incidência de lesões. Assim, você consegue descobrir a idade aproximada em que começam a surgir as lesões. Outra pergunta importante é o tempo de prática, pois com elas é possível identificar o tempo aproximado que leva para que as lesões se manifestem. As respostas para essa pergunta devem ser de múltipla escolha. Isso não é uma regra, mas é mais fácil analisar o gráfico que o próprio Drive gera automaticamente.

Se não tomarmos cuidado, podemos ser enganados pelos resultados. Muitas vezes as lesões podem vir de outra arte marcial ou outra atividade física que o indivíduo pratica. Por isso, é importante perguntar se o indivíduo pratica outras coisas, como eu fiz no questionário que você verá abaixo. Também é muito importante saber se as lesões surgiram antes que o indivíduo tivesse iniciado a prática de artes marciais, durante ou depois. Se surgiram antes, então não foram causadas pelas artes  marciais. Se surgiram enquanto o indivíduo praticava artes marciais, pode haver uma relação. É importante saber se surgiram depois porque muitas vezes lesões se manifestam muito mais tarde, depois de já ter parado de praticar.

Por fim, é importante perguntar quais são as lesões que o voluntário possui e em quais partes do corpo. Assim você sabe quais e onde são as lesões mais frequentes. Marque essas opções como resposta obrigatória, mas lembre-se de adicionar uma opção para pessoas que não possuem lesões. Em perguntas de múltipla escolha ou caixa de seleção, clique em ‘Adicionar outro’. Pode ser que o participante da pesquisa possua uma lesão que não esteja contemplada nas opções de resposta. Assim, ele pode descrever a sua situação.

Enviando o questionário

como detectar lesões na academia

No canto direito superior clique para enviar. Uma janela será aberta com a opção de enviar por e-mail, compartilhar no facebook, G+ e twiter. Você pode copiar o link para incluir num site ou enviar por whatsapp, por exemplo. Você pode marcar ‘URL curto’ para encurtar o link. Se você quiser que o voluntário responda o questionário sem sair do seu site, você pode copiar o código HTML e incluir no corpo do texto, como você verá ao final deste artigo.

Análise dos resultados

Para analisar os resultados, você deve selecionar ‘Respostas’, localizada no alto do questionário. Assim que os voluntários começarem a responder, o Drive irá gerar gráficos para cada resposta. Esse gráficos você encontra selecionando ‘resumo’. Apenas as perguntas abertas não terão gráficos, mas você poderá ver todas as respostas agrupadas no resumo. Também existe a opção de ‘análise individual’, onde você pode analisar o questionário completo de cada participante.

Este método de pesquisa, embora resumido, é um dos vários métodos que existem de pesquisa científica. Se você está cursando um curso superior e precisa fazer uma pesquisa, você pode usar esta ferramenta. Se estiver planejando escrever um artigo para um periódico, você pode utilizar, contanto que o método esteja descrito no projeto de pesquisa. Caso você faça na sua academia, federação ou confederação, saiba que estará usando um método científico. Embora não haja todo o rigor e burocracia necessários para publicar numa revista científica, mesmo assim você estará fazendo ciência.

Para finalizar, deixo abaixo o meu questionário para que você use como exemplo. E também, convido você a participar da minha pesquisa para detectar lesões nas artes marciais e esportes de combate no Brasil.

Gostou desse artigo? Deixe um comentário com as suas dúvidas e observações e compartilhe com os seus amigos!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *